Cura térmica de blocos estruturais

A atividade consistiu na moldagem de corpos de prova cilíndricos (10 cm de altura e 5 cm de diâmetro) com três traços diferentes (1:7; 1:9 e 1:11) e três temperaturas diferentes (40ºC, 60ºC e 80ºC). O objetivo da pesquisa é encontrar a temperatura ideal com a qual seria possível retirar os blocos estruturais das fôrmas com oito horas após a moldagem, possibilitando três turnos em uma fábrica de pré-moldados e que essa temperatura seja a que menos provoque perdas na resistência dos blocos estruturais aos vinte e oito dias depois de produzido. Esta pesquisa consta no Planejamento de Atividades do Grupo no ano 2007 e foi realizada por um integrante do grupo PET junto com uma mestranda do Grupo de Tecnologias de Concreto a base de Cimento Portland (GTEC). Além da moldagem dos corpos de prova o aluno participou da pesquisa na literatura sobre cura térmica em concreto. A orientação desta pesquisa foi feita pelo ex-tutor do grupo PET da Engenharia Civil e atual responsável pelo GTEC, professor Luiz Roberto Prudêncio Jr.,PhD.

Bolsista responsável: André José Campos – PET/ECV

Professor orientador: Luiz Roberto Prudêncio Jr.,PhD

Parceiros/colaboradores:  Ana Cristina – GTEC