Análise da Influência dos agregados nas estimativas de Módulo de Elasticidade do Concreto

O módulo de elasticidade do concreto é uma propriedade importante que deve ser conhecida para avaliar as tensões e deslocamentos em estruturas. O valor do módulo pode ser obtido por meio de ensaios em laboratórios, mas nem sempre esse recurso está à disposição, então se faz necessário estimar valores. Existem expressões normalizadas que estimam valores para essa propriedade relacionando-a com a resistência à compressão. Porém alguns parâmetros, como o tipo e a proporção do agregado graúdo, que influenciam grandemente no valor do módulo não são usualmente considerados nas expressões normalizadas. Nesta pesquisa foi comparado o resultado dessas expressões com estimativas obtidas em modelos teóricos mais completos tratando o concreto como um material compósito bifásico, composto por uma fase de pasta e outra de agregados. Nesse modelo considerou-se a proporção entre pasta e agregado além das características elásticas dos agregados. Para realizar o comparativo foram produzidos concretos com relação a/c constante variando-se a proporção de agregados em relação à pasta (três proporções) e o tipo de agregado (granítico e basáltico). Para cada concreto o módulo de elasticidade foi obtido por meio de ensaio dinâmico (ultrassom) e estático. Baseado nessas comparações o objeto de estudo desta pesquisa foi identificar o limite, da proporção entre pasta e agregado, que influencia significativamente nas estimativas das expressões normalizadas.

Esta atividade foi finalizada em 2011.