ANÁLISE DE RUÍDOS DE UMA SALA DE AULA DO CENTRO TECNOLÓGICO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA

ANÁLISE DE RUÍDOS DE UMA SALA DE AULA DO CENTRO TECNOLÓGICO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA

RESUMO

Objetivando propor soluções mitigadoras para o caso de incoerência com a norma de ruídos nas salas de aula do Centro Tecnológico da UFSC, o Programa de Educação Tutorial de Engenharia Civil, em parceria com o Grupo de Tecnologia em Vibrações e Acústicas, da Engenharia Mecânica, está realizando um levantamento e estudo da intensidade sonora no local.

Para uma análise parcial escolheu-se a sala 207, situada no segundo pavimento, na fachada oeste do edifício, visto que esta apresenta uma situação representativa dos índices físicos encontrados nas demais.

Objetiva-se comparar a intensidade sonora de dois períodos distintos: Pico do Trânsito, que teoricamente o ruído seria acrescido pelo aumento de tráfego local; e Pico do CTC, período no qual a intensidade de ruído é agravada com as conversas em halls e corredores durante intervalos de aulas.

Para tal comparação, foram gerados gráficos a partir de dados coletados com um medidor de nível de pressão sonora. Os gráficos relacionam as variáveis intensidade sonora (em decibéis) e frequência (em Hertz). Foram realizadas medições em duas situações diferentes, Pico do Trânsito e Pico do CTC, abarcando também outras duas variáveis provindas da estrutura física da sala: Ar condicionado (ligado ou desligado); janela (aberta ou fechada). Com isso, tornam-se três as possíveis situações: ar-condicionado desligado/janela fechada; ar-condicionado desligado/janela aberta; ar-condicionado ligado/janela fechada, uma vez que não se recomenda utiliza ar-condicionado com janelas abertas.

Com a análise dos gráficos observa-se que a intensidade do ruído é mais elevada quando proveniente de conversas de alunos no corredor durante o Pico do CTC do que pelo tráfego urbano nos períodos de Picos de Trânsito.

Através dessa pesquisa, objetiva-se melhorar a inteligibilidade sonora das pessoas que usufruem do espaço, proporcionando um ambiente mais agradável e adequado ao ensino.

Artigo publicado no Forum Acusticum 2011, clique aqui!

Banner publicado no SIC 2011

Banner publicado no SIC 2011