Dosagem de Concreto de Cimento Portland com Borracha Moída de Pneus Inservíveis como Agregado Miúdo para Confecção de Rampas de Acessibilidade

Dosagem de Concreto de Cimento Portland com Borracha Moída de Pneus Inservíveis como Agregado Miúdo para Confecção de Rampas de Acessibilidade

RESUMO

Atualmente, a acessibilidade urbana e a sustentabilidade são temas de importante discussão por parte dos cidadãos e órgãos públicos, uma vez que são fatores fundamentais para a qualidade de vida da população. Por meio da acessibilidade, pessoas com mobilidade reduzida podem ser inseridas no cotidiano das comunidades, facilitando seus deslocamentos, e garantindo-lhes o direito básico de ir e vir.

Por sua vez, a sustentabilidade, além de atenuar o impacto ao meio ambiente, pode representar uma solução que tornaria produtos e materiais descartados, outrora sem apelo financeiro, em alternativas economicamente viáveis.

O presente projeto de pesquisa tem como objetivo propor soluções aos problemas de acessibilidade e sustentabilidade encontrados nas cidades, tendo como foco principal a Universidade Federal de Santa Catarina, localizada em Florianópolis/Brasil. Os problemas estudados dizem respeito à falta ou à deterioração de rampas de acessibilidade no campus e no seu entorno e à ausência de destinação para a borracha de pneus inservíveis.

Para tanto, realizou-se uma análise do problema por meio de diversas visitas in loco, na qual soluções de rampas de acesso com o uso de concreto de cimento Portland e borracha de pneus inservíveis como parte do agregado miúdo foram propostas.

Na primeira etapa dos ensaios, os agregados finos utilizados na mistura do concreto (areia e borracha de pneus), foram submetidos a ensaios de granulometria, e posteriormente, as partículas de borracha foram selecionadas de modo que sua faixa granulométrica se assemelhasse a da areia.

Posteriormente, foi definido um traço com diferentes porcentagens de borracha de pneus inservíveis, moldando-se corpos de prova de tamanho 10×20 (4×8’’), os quais foram testados aos 28 dias para a determinação da sua resistência à compressão.  O Ensaio Cântabro com o equipamento Los Angeles também foi realizado para verificar a influência da adição de borracha no desgaste à abrasão das diferentes misturas de concreto moldadas.

Como resultado, foi definida uma porcentagem ideal de borracha de pneus inservíveis para que seja possível projetar rampas de acessibilidade para prédios públicos e travessias de pedestres, de modo que o concreto não sofra perdas bruscas de resistência e apresente desempenho satisfatório quanto ao desgaste por abrasão.

Artigo publicado no Wastes Portugal, clique aqui! (Inglês)