Gerenciamento de resíduos orgânicos provenientes de refeições de baixo custo: o papel educador das universidades

Gerenciamento de resíduos orgânicos provenientes de refeições de baixo custo: o papel educador das universidades

O Brasil é um país em desenvolvimento que possui grandes diferenças regionais e sociais. Um dos principais problemas enfrentados para diminuir tais desigualdades é o combate à fome e ao desperdício de alimentos. Dessa forma, a legislação brasileira exige o fornecimento de refeições gratuitas ou subsidiadas em unidades de ensino. A presente pesquisa visa então, avaliar como se dá o descarte e o reaproveitamento de alimentos na Universidade Federal de Santa Catarina em Florianópolis (campus Reitor João David Ferreira Lima e CCA). A metodologia adotada para caracterização do cenário atual se baseou em entrevistas semi-estruturadas, levantamento de dados e consulta a documentos e leis relevantes ao estudo. Além disso, uma série de observações foram realizadas quanto a campanhas, formas de separação de resíduos nos RU’s e em lanchonetes dentro do campus.

Fazem parte da equipe de pesquisa a professora Lisiane Padilha Thives, o professor tutor Cláudio Cesar Zimmermann,  os petianos Gabriel Dibe Andrade, Ricardo Henrique Nunes e a ex-petiana Pâmela Bettiato.